Viajante

Dicas de uma das travessias mais lindas do Brasil.

A travessia do Parque Nacional da Serra dos órgãos no estado do RJ, é daquelas experiências realmente incríveis, paisagens deslumbrantes em todo o percurso de 30km. Vou contar um pouco aqui sobre como foi a minha experiência na travessia e algumas dicas para quem tem interesse em realizar esse trekking, que eu recomendo demais.Primeira coisa que deve ser feita é reservar a sua entrada no Parque, é tudo feito on-line no site do PARNASO (clique aqui). No site também tem várias dicas importantes, aconselho ler tudo. Na hora de reservar você tem  as opções de escolher onde vai dormir nas duas noites que você vai passar no parque, as opções são:

1.Bivaque, que fica dentro do abrigo, ele é como um sotón, é um comodo que cabe em torno de 15 pessoas, daí vc pode colocar o seu isolante térmico e o saco de dormir no chão que é de madeira;

2. Beliche, que fica dentro do abrigo, na parte inferior;

3. Camping com barraca alugada;

4. Camping levando a própria barraca;

Nós ficamos no bivaque, uma ótima opção, por que você já elimina o peso da barraca, e uma coisa muito importante é pensar no que você vai levar na mochila, pois serão 3 dias andando com a sua mochila. O que é realmente importante para levar:1. Roupas para o frio: segunda pele e casaco e calça corta vento são bem necessárias, minha dica nesse quesito é, leve somente o básico, pense bem no que você realmente vai usar, para eliminar o peso desnecessário.2. Comida para o período: pense em comidas nutritivas e que realmente sustentem, por que a noite, você vai querer um bom jantar. levei frutas desidratadas, castanhas, feijoada em lata, frutas, sopa instantânea, macarrão, barras nutritivas, paçoca, café solúvel e bolachas.
3. Isolante térmico e saco de dormir.
4. Caso você opte por ficar no abrigo, eles têm cozinha equipada com fogão, pia e utensílios de cozinha, mas é sempre interessante levar um fogareiro e uma panela, colher, canivete e copos, caso queira preparar algo durante o percurso.
5. E por último mas essencial para a vida, ÁGUA, lever em torno de 3 litros de água e alguns comprimidos de clorin, para purificar água dos rios. Encontramos água tanto no primeiro quanto no segundo dia durante o percurso.

Abaixo um vídeo, em que conto mais detalhes para vocês dessa travessia lindíssima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *