Estamos vivendo momentos incertos em todos os setores da economia, mas se tem um que será um dos mais atingidos (se não o mais), é o turismo.

Segundo pesquisa da CNC (Confederação Nacional do Comércio), em 2019 do total de 39.178.133 trabalhadores formais no Brasil as ACTs (Atividades Características do Turismo) corresponderam a 7,6%, contribuindo para 8,1% do PIB brasileiro, segundo pesquisa do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC). 

O impacto decorrentes do CODID-19 para o setor de viagens ainda está sendo mensurado. E para auxiliar nesses levantamentos, em específico no segmentos de turismo de natureza, a ABETA (Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura) realizou um acordo com a UFRJ e lançaram uma pesquisa para levantar os reais impactos da crise neste setor. 

Portanto é de extrema importância que TODOS os envolvidos no setor de turismo de natureza, respondam a pesquisa.

Clique aqui e acesse a pesquisa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *