O turismo 4.0 não é o futuro. É o presente!

Mas, afinal de contas, o que é o turismo 4.0?

O termo “4.0” ou quarta revolução industrial,  foi desenvolvido em 2011 pelo alemão Klaus Schwab, diretor fundador do Fórum Econômico Mundial (WEM). A quarta revolução consiste em uma mudança de paradigmas, diferente da terceira revolução industrial que nos trouxe dispositivos eletrônicos para a tecnologia da comunicação, da informação e entre outros. Utilizando esses dispositivos para digitalizar e automatizar processos, vivenciamos os seus efeitos todos os dias, ao pegar o smartphone e solicitar um veículo para se deslocar a qualquer lugar através de um aplicativo, sem precisar  se delongar com explicações de local de origem e destino.

Conceitos como Big Data, Internet das Coisas (IOT),  inteligência artificial (IA), chat bot entre outros não devem mais ser uma caixa preta, pois o uso dessas ferramentas fornecem inúmeros benefícios para o seu negócio.

É um fato que a indústria 4.0 revolucionou as relações de consumo da sociedade moderna e não ia ser diferente com o setor do turismo. As empresas que não se atualizarem com essa  realidade, podem não conseguir se manter no mercado. São inúmeras as ferramentas que podem te auxiliar  a vender mais e a executar de forma simplificada uma melhor gestão do seu negócio.

Muitos atores da cadeira produtiva do turismo, ainda se mostram relutantes no uso de tecnologias, o que é extremamente nocivo para a saúde do seu negócio. Durante a jornada de compra, o turista 4.0 demonstra preferência por empresas que existem no mundo digital, pois uma das características desse público é de se informar previamente sobre a viagem que pretende realizar e isso inclui efetuar reservas antecipadamente. E caso sua empresa não exista nesse universo, então não estará ao alcance desse turista.

É necessário antes de tudo expandir os limites do conhecimento e ir em busca de novas soluções para os velhos problemas, o turista 4.0 é exigente e prioriza confiança, facilidades, organização e mais do que nunca segurança.

Agora fica a pergunta: sua empresa já está pronta para receber o turista 4.0?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *