Selo turismo Responsável e a retomada


Desde do início da pandemia o setor do turismo foi um dos que mais foram afetados, mas agora com o avanço das vacinações a retomada do turismo no Brasil está mais acelerada do que nunca.

Uma pesquisa realizada pelo Hotéis.com, revela que 70% dos viajantes passaram a valorizar mais o ato de viajar, depois da experiência de confinamento devido à pandemia, a pesquisa mostrou também que 81% dos entrevistados, revelaram que o item indispensável para as viagens é o álcool em gel. Isso mostra que a retomada está acontecendo, mas o hábito de viagem dos brasileiros não será mais o mesmo.

A preocupação com a biossegurança nos deslocamentos que o viajante necessita fazer para viajar é a principal preocupação, com isso é de extrema importância que os prestadores de serviços turísticos (agências, operadoras, guias e atrativos) estejam atentos às novas demandas do mercado consumidor de viagens.

Pensando nisso o Ministério do Turismo lançou o programa Turismo Responsável Limpo e Seguro que estabelece boas práticas de higienização para cada setor da cadeia produtiva do turismo, uma forma de auxiliar as empresas com informações e procedimentos mínimos necessários para voltar a receber turistas e uma forma do viajante poder saber se o serviço será prestado dentro dos padrões de biossegurança.

Outra instituição que lançou protocolos foi a ABETA (Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura)  com o Manual de Boas Práticas Sanitárias no Turismo de Natureza, um material bem completo que visa oferecer aos prestadores de serviços de turismo de natureza diretrizes para o controle da contaminação pelo Covid-19 nas operações turísticas.

Uma das boas práticas citadas pelas instituições é evitar a troca de objetos como papéis e notas de dinheiro, a fim de diminuir o contágio, para isso uma mudança é importante nas empresas, a famosa digitalização do turismo, que passa a ser mais que nunca necessária nesse momento. Trocar os contratos de papel por meio eletrônico e oferecer ao cliente pagamentos on-line via PIX ou cartão de crédito agora são mais que essenciais, são o diferencial que o próprio turista percebe evidenciando se a empresa está preocupada ou não com os protocolos de biossegurança.

O Retrilhar oferece uma solução personalizada para as empresas que atuam no mercado de turismo de natureza, materializando essa necessidade de digitalização através de um e-commerce personalizável e uma ferramenta poderosa de gestão, oferecendo ao visitante que todo o processo de contratação do passeio seja por meio eletrônico, sem necessidade de troca de objetos.

A famosa frase do britânico Charles Darwin, nunca fez tanto sentido como agora “Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças”.

Caso você prestador de serviço de turismo, ainda não tenha o selo do Turismo Responsável Limpo e Seguro , clique aqui para saber mais e aderir ao programa pois a retomada já começou e quem estiver melhor preparado para a nova realidade do mercado de turismo, sairá na frente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *